Estamos de volta!!

Estamos de volta!!
O Inverno Chegou...

19 de jun de 2017

Canjica


A canjica é uma iguaria típica da culinária brasileira, consumida especialmente no período das festas juninas e julinas.

O termo é oriundo do quimbundo kanjika.

A canjica é elaborada com grãos de milho, leite de vaca, manteiga, açúcar, água, amendoim, leite de coco e canela.

Em 24 de fevereiro de 1989, a Portaria nº 109 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento aprovou a norma de identidade, qualidade, apresentação e embalagem, da canjica de milho brasileira, definindo assim o conceito comercial de «milho de canjica»

Regionalismo

O termo canjica identifica dois pratos distintos feitos com milho verde:

O creme ou mingau de milho, que no Nordeste do Brasil é conhecido por canjica e em São Paulo, Centro-Oeste e Sul do Brasil conhece-se por curau, porém o ponto do que se chama de curau na região sudeste, centro-oeste e sul é mais mole em comparação a canjica nordestina;

O milho branco debulhado e desolhado cozido no leite de coco ou de vaca, que no Nordeste é conhecido por munguzá e no Sudeste, Centro-Oeste e Sul do Brasil é conhecido por canjica.

Em Minas Gerais, o diminutivo canjiquinha designa um prato diferente, salgado, feito com grãos de milho duro quebrados no pilão (conhecidos regionalmente também como "canjiquinha", e como "quirera de milho" em São Paulo e outros Estados) e cozidos, geralmente com costelinha de porco.

A canjiquinha mineira é, pois, uma variedade do prato luso-brasileiro conhecido como xerém em outros locais.

Benefícios 

 Apesar de ser um doce, e como qualquer outra sobremesa, não parecer ser saudável, em cada 100 gramas de canjica podemos encontrar proteínas, fibras, ferro, fósforo, zinco e vitaminas B1, B2, B3, B5 e B6

Postar um comentário

Não dê armas às crianças!!

Não dê armas às crianças!!